A PRÁTICA COMO COMPONENTE CURRICULAR NOS CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO IFSP

Nicole Faria Costa, Graziela Marchi Tiago

Resumo


Por determinação da Lei 11.892/2008, 20% das vagas dos Institutos Federais devem ser destinadas a cursos de licenciatura e programas especiais de formação pedagógica com vistas à formação de professores para a educação básica, com ênfase nas áreas de ciências, matemática e educação profissional (art. 8º). Estudos voltados às propostas formativas que vêm sendo oferecidas mostram-se essenciais à melhoria delas. Dentre as dificuldades enfrentadas pelos cursos de licenciatura estão em interpretarem os significados da Prática como Componente Curricular (PCC), e estas dificuldades já se expressam inclusive pelas diferentes formas de sua implementação nos projetos pedagógicos dos cursos. Assim, os objetivos deste trabalho são contribuir com a construção de uma concepção de PCC e também fornecer um panorama de como esta PCC está inserida nos Projetos Pedagógicos de Curso (PPC), mais especificamente cursos de Licenciatura em Matemática ofertados nos câmpus do IFSP.


Palavras-chave


Prática como Componente Curricular (PCC); Licenciatura em Matemática; IFSP

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1167

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.