AS DIVERGÊNCIAS IDEOLÓGICAS DAS ESCOLAS DE SAMBA DO RIO DE JANEIRO NO PERÍODO MILITAR: DIFERENÇAS E APROXIMAÇÕES

Autores

  • Edson Bellucci Universidade do Vale do Paraíba
  • Maria Angélica Perez Bellucci Universidade do Vale do Paraíba
  • Valéria Regina Zanetti Universidade do Vale do Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1274

Palavras-chave:

Samba enredo, ditadura militar, divergências.

Resumo

O presente trabalho consiste em mostrar as escolas de samba como forma de expressão popular, suas divergências ideológicas durante a ditadura militar (1964 – 1968),e como algumas destas agremiações através de seus enredos criticavam o regime e outras se aproximaram dele. Neste período as escolas de samba do Rio de Janeiro enfrentaram diversos desafios para a composição de seus enredos, uma vez que o sistema político organizado controlava toda e qualquer manifestação cultural no Brasil, através de seus órgãos de repressão, as inquietações e diferenças  foram evidenciadas através dos sambas de enredo, onde algumas agremiações criticaram o regime e outras se aproximaram dele.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-03-03

Como Citar

Bellucci, E., Bellucci, M. A. P., & Zanetti, V. R. (2017). AS DIVERGÊNCIAS IDEOLÓGICAS DAS ESCOLAS DE SAMBA DO RIO DE JANEIRO NO PERÍODO MILITAR: DIFERENÇAS E APROXIMAÇÕES. Revista Univap, 22(40), 613. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1274

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.