ANÁLISE DE EXTREMOS DE TEMPERATURA MÁXIMA DO AR NA REGIÃO OESTE DA BAHIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1080

Palavras-chave:

Análise de regressão, Temperatura instantânea, Estimador.

Resumo

Extremos climáticos consistem em eventos cuja variável contenha valores com grande desvio em relação a sua tendência estatística, os quais são peculiares para cada região e apresentam potencial para influenciar nas atividades agropecuárias locais. Logo, objetivou-se descrever e analisar a tendência da variabilidade dos extremos elevados de temperatura do ar obtidos na estação convencional da cidade de Barreiras, Bahia. A análise foi realizada utilizando dados de temperatura máxima do ar registrados em frequência diária do ano de 1995 ao ano de 2014, disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Os valores extremos elevados foram definidos como sendo aqueles superiores ao nono decil. Os valores do nono decil apresentaram média de 37,46ºC. Observou-se que houve uma tendência de diminuição da frequência em que ocorrem extremos de temperatura elevada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-02-07

Como Citar

Dayube, S. O., de Jesus, M. L., de Araújo Júnior, L. M., & Silva, M. A. V. (2017). ANÁLISE DE EXTREMOS DE TEMPERATURA MÁXIMA DO AR NA REGIÃO OESTE DA BAHIA. Revista Univap, 22(40), 488. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1080

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.