APLICAÇÃO DO PROCESSO DE FITORREMEDIAÇÃO UTILIZANDO VETIVER (VETIVERIA ZIZANIOIDES (L.) NASH.) NA DESCONTAMINAÇÃO DE SOLOS TROPICAIS CONTAMINADOS POR CHORUME

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v26i51.2448

Palavras-chave:

Vetiver, chorume, solos tropicais, fitorremediação.

Resumo

Um dos contaminantes comuns, geralmente encontrado em áreas de aterro sanitário ou antigos lixões, é o chorume: resíduo líquido de cor escura e forte odor, composto pela degradação de matéria orgânica. Em alguns casos são encontrados metais pesados em sua composição e outros tipos de substâncias que causam contaminação direta do solo e corpos d’água próximos ou subterrâneos. O objetivo deste trabalho foi verificar a eficiência da gramínea Vetiver (Vetiveria zizanioides (L.) Nash.) no processo de fitorremediação em solos tropicais contaminados com chorume proveniente da degradação de resíduos sólidos. Foram realizados testes laboratoriais com o intuito de detectar a eficiência da Vetiver em tratar este solo contaminado e o quanto ela é capaz de absorver as substâncias contaminantes. Foram analisados os parâmetros de Zinco em amostras das raízes, folhagens, solo utilizado para o plantio das mudas de Vetiver e do líquido resultante do processo de lixiviação. Utilizou-se amostras contaminadas e sem contaminação para que obtivesse um comparativo entre os resultados, as quais foram também analisadas estatisticamente. A espécie em estudo, o capim Vetiver (Vetiveria zizanioides (L.) Nash.), ao longo de 45 dias, mostrou-se eficaz no tratamento de solo contaminado, em especial na remoção do metal pesado Zinco. Todavia, considerando que o efluente em questão é um material complexo, de composição altamente diversificada, novas avaliações utilizando o capim Vetiver devem ser estabelecidas a fim de elucidar melhor a utilização deste elemento no tratamento de chorume.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erica Aparecida dos Santos, Universidade do Vale do Paraíba

Engenheira ambiental e sanitarista, pesquisadora na área ambiental com efluentes. Programa de Pós graduação em Processamento de Materais. Mestrado profissional

Thais Luanne Mariano, Universidade do Vale do Paraíba

Graduanda em Engenharia Ambiental e Sanitária

Paulo Roxo Barja, Universidade do Vale do Paraíba - Univap

Doutor em Física.

Maria Regina Aquino-Silva, Universidade do Vale do Paraíba - Univap

Porgrama de Pós Graduação em processamento de materiais - mestrado profissional professor colaborador

Referências

ALMEIDA, E. A. P. Avaliação do potencial da espécie Vetiveria zizanioides na fitorrremediação de metais-traço presentes em ambientes aquáticos. 2011. 79 f. Dissertação (Mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

BARRETO, A. S. Seleção de macrófitas aquáticas com potencial para remoção de metais-traço em fitorremediação. 2010. 81 f. Dissertação (Mestrado em Saneamento, Meio ambiente e Recursos Hídricos) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2010.

COUTINHO, P. W. R. et al. Alternative Soil Remediation: Bioremediation and Phytoremediation. Nucleus, v. 12, n. 1, p. 59–68, 2015. http://dx.doi.org/10.3738/1982.2278.1400

LAMEGO, Fabiane Pinto; VIDAL, Ribas Antonio. Fitorremediação: plantas como agentes de despoluição? Pesticidas: Revista de Ecotoxicologia e Meio Ambiente, [S.l.], v. 17, dez. 2007. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/pesticidas/article/view/10662. Acesso em: 10 fev. 2020.

LEAL, E. F. et al. Fitoremediação de chumbo pelas espécies Vetiver (Vetiveria zizanioides L), Feijão de porco (Canavalia ensiformis L.), e Singônio (Syngonium angustatum. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 36., 2013, Florianópolis. Anais. Florianópolis, 2013. p. 1 - 4. Disponível em: http://eventosolos.org.br/cbcs2013/anais/arquivos/2760.pdf. Acesso em: 28 abr. 2018.

MONTEIRO, M. T. Fitorremediação de rejeito contaminado proveniente do Canal do Fundão, na Baía de Guanabara-RJ. Rio de Janeiro, 2008. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

SANTOS, L. M. Avaliação do desenvolvimento e da eficiência do Capim Vetiver (Chrysopogon zizanioides) em sistemas híbridos de alagados construídos. 2012. 79 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil e Ambiental) - Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2012. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/98303/mirandasantos_l_me_bauru.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 24 out. 2018.

TAVARES, S. R. de L.; OLIVEIRA, Shirlei Aparecida de. Avaliação de espécies vegentais na fitorremediação de solos contaminados por metais pesados. In: HOLOS, 29., 2013, Rio de Janeiro. Proceedings. Rio de Janeiro: Holos, 2013. v. 5, p. 80 - 97. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/1852/728. Acesso em: 15 out. 2018.

TRUONG, P.; VAN, T. T.; PINNERS, E. Sistema de aplicação Vetiver: manual de referência técnica. 2. ed. Pomerode: Rede Internacional de Vetiver., 2008. 116 p.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Org.). Manual de métodos: Disciplina: Química Inorgânica e Analítica. Piracicaba: Universidade de São Paulo, 2015. Disponível em: http://www.esalq.usp.br/departamentos/lce/arquivos/aulas/2015/LCE0108/marcos/Manual_de_Metodos-Aula_Pratica-LCE0108.pdf. Acesso em: 01 nov. 2018.

Downloads

Publicado

2020-08-27

Como Citar

Santos, E. A. dos, Mariano, T. L., Barja, P. R., & Aquino-Silva, M. R. (2020). APLICAÇÃO DO PROCESSO DE FITORREMEDIAÇÃO UTILIZANDO VETIVER (VETIVERIA ZIZANIOIDES (L.) NASH.) NA DESCONTAMINAÇÃO DE SOLOS TROPICAIS CONTAMINADOS POR CHORUME. Revista Univap, 26(51), 43–55. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v26i51.2448