MAMOGRAFIA DE RASTREAMENTO PARA CÂNCER DE MAMA PELO SUS NA REGIÃO METROPOLITANA DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE: TENDÊNCIA E CARACTERISTICAS SOCIAIS DE MULHERES SUBMETIDAS AO EXAME, ENTRE 2010 E 2014

Autores

  • Patricia Almeida Silva Universidade Vale do Paraíba
  • Paula Vilhena Carnevale Vianna Universidade do Vale do Paraíba/UNIVAP
  • Paulo Roxo Barja Universidade do Vale do Paraíba/UNIVAP

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i41.394

Palavras-chave:

Mamografia de rastreamento, Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, determinantes sociais da saúde, câncer de mama, acesso.

Resumo

Análises da vulnerabilidade das mulheres para o câncer de mama revelam que, no Brasil, mulheres negras e menos instruídas têm menor acesso à mamografia de rastreamento, exame que permite a detecção precoce do câncer. Desde 2006, o controle do câncer de mama é política prioritária no SUS. Este estudo analisa a série histórica de exames de mamografia de rastreamento realizados pelo SUS no período de 2010 a 2014, na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte – RMVale, para investigar se houve aumento na oferta do exame e qual a caracterização dessas mulheres quanto à  instrução e cor. A partir de dados obtidos do SISMAMA – Sistema de Informação do Câncer de Mama do Ministério da Saúde –  realizou-se análise descritiva por meio do programa Origin 7.5 (MicroCal). Observou-se significativo índice de não preenchimento dos campos do formulário que alimentam o SISMAMA. A análise mostrou aumento expressivo na oferta e razão de mamografias de rastreamento, porém os dados disponíveis revelaram persistência de desigualdade de acesso: mulheres de cor negra/parda e com menor instrução apresentaram menor percentual de acesso à mamografia; a tendência de maior grau de malignidade no exame radiológico foi observada em mulheres com menor grau de instrução e cor branca. A regionalização ampliou o acesso à mamografia, porém mulheres em situação de vulnerabilidade devem receber atenção especial da rede de serviços. O preenchimento dos formulários deve ser incentivado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Almeida Silva, Universidade Vale do Paraíba

Planejamento Urbano e Regional - Saúde

Paula Vilhena Carnevale Vianna, Universidade do Vale do Paraíba/UNIVAP

Programa de Pós Graduação em Planejamento Urbano e Faculdade de Ciências da Saúde

Downloads

Publicado

2017-04-12

Como Citar

Silva, P. A., Vianna, P. V. C., & Barja, P. R. (2017). MAMOGRAFIA DE RASTREAMENTO PARA CÂNCER DE MAMA PELO SUS NA REGIÃO METROPOLITANA DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE: TENDÊNCIA E CARACTERISTICAS SOCIAIS DE MULHERES SUBMETIDAS AO EXAME, ENTRE 2010 E 2014. Revista Univap, 22(41), 45–60. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i41.394

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.