CONFORTO ACÚSTICO EM UM DOMICÍLIO URBANO – ESTUDO DE CASO

Autores

  • Leonardo Lã Ferrari Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes) - Campus de Alegre, Alegre, ES,Brasil.
  • Stéphanie Lã Ferrari Faculdade de Direito de Cachoeiro de Itapemirim, Rodovia Engenheiro Fabiano Vivacqua, 1759 - Morro Grande, Cachoeiro de Itapemirim, ES, Brasil.
  • Jéferson Luiz Ferrari Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes) - Campus de Alegre, Alegre, ES,Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.836

Resumo

Este trabalho teve como objetivo avaliar as condições de conforto acústico em uma residência da zona urbana do município de Alegre, estado do Espírito Santo, Brasil. As medições foram realizadas em dois horários: às 5 h da manhã e às 3 da tarde (15 h). Foi empregado um decibelímetro digital e o método de avaliação foi baseado nas medições do nível sonoro dos compartimentos da residência, em comparação com os níveis de ruído para conforto acústico (NBR 10.152/1987) e com ruídos máximos toleráveis em áreas habitadas (NBR 10.151/2000). Os valores de decibéis (dB) dos dormitórios variaram de 18 a 50 dB, enquanto que os valores de dB das salas variaram de 18 a 63. O único compartimento da casa que apresentou o nível de ruído constante, acima do preconizado pelas normas, foi a cozinha. Fenômeno este ocorrido apenas às 17 h.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-01-18

Como Citar

Ferrari, L. L., Ferrari, S. L., & Ferrari, J. L. (2017). CONFORTO ACÚSTICO EM UM DOMICÍLIO URBANO – ESTUDO DE CASO. Revista Univap, 22(40), 343. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.836