TRANSFORMAÇÕES DA PAISAGEM DA CIDADE DE ALEGRE E A MUDANÇA DE PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DO 1ª ANO DO ENSINO MÉDIO

Esdras de Souza Santos, Érika Aparecida da Silva Freitas, Andréia Weiss

Resumo


Os três pilares que ambasam a Universidade pública - ensino, pesquisa e extensão - são necessárias para a relação entre o conhecimento construido nesse espaço com os conhecimentos presentes no dia-a-dia dos sujeitos na sociedade. Nesse sentido, os projetos de extensão aproximam essas duas realidades, oportunizando um olhar e um entendimento da ação da Universidade na vida dos sujeitos. Dessa forma, o presente trabalho teve como objetivo trabalhar com o 1º ano do Ensino Médio da Escola de Ensino Fundamental e Médio “Aristeu Aguiar”, localizada no Município de Alegre, Espírito Santo, durante o período letivo do ano de 2014, o processo de modificação e transformação da paisagem do município de Alegre no decorrer dos anos a fim de perceberem as consequências dessas no cotidiano dos participantes. A partir disso foram desenvolvidas cinco ações que ocorreram em diferentes partes do município de Alegre que incitaram o olhar, a reflexão e a percepção das ações desses alunos no espaço em que estão inseridos. Concluímos que as ações interdisciplinares que ocorreram via educação formal e não-formal ganhou uma representatividade e um pertencimento por parte dos alunos sobre sua cidade.

Palavras-chave


História; Educação; Transformação; Extensão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.779

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.