ANÁLISE DO PODER PREDITIVO DOS GENES ARD1A E NGX6 EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA

Eliane Aline Ribeiro, Raissa Monteiro da Silva, Abaetê Leite Canto, Luis Henrique Ferreira de Moraes, Renata de Azevedo Canevari

Resumo


A identificação de marcadores moleculares poderá ser uma ferramenta adicional na seleção mais específica das pacientes onde a remoção dos linfonodos axilares é mais indicada. O objetivo é avaliar se os genes ARD1A e NGX6 são marcadores preditivos do envolvimento dos linfonodos axilares no câncer de mama. Foi realizada a análise de expressão gênica pela técnica de RT-qPCR em 51 amostras de tumor primário, sendo 28 tumores primários linfonodo negativo, 23 tumores primários linfonodo positivo e 11 metástases axilares correspondentes. A expressão diferencial para os genes analisados não foi observada quando realizadas as comparações entre os grupos de tumores primários linfonodo positivo, linfonodo negativo e linfonodos correspondentes. Estes resultados sugerem que os genes ARD1A e NGX6 não tem poder preditivo no envolvimento de linfonodos em tumores mamários humanos.


Palavras-chave


expressão gênica; câncer de mama; linfonodos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1200

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.