ABORDAGEM SOBRE O CONHECIMENTO SALVO: EXCELÊNCIA ACADÊMICA, CONSTRUÇÃO HUMANA E MECANISMOS DA MEMÓRIA

Anderson Silva, Layla Rosa Maciel Pereira

Resumo


Esta pesquisa objetiva discutir a interligação das conexões nervosas modeladas às experiências sensoriais cotidianas, a construção humana e funções executivas estruturadas a partir da primeira infância, gradativamente desenvolvidas, relacionando o comportamento e a atividade cerebral. Justifica-se este trabalho pelo interesse em buscar arcabouços teóricos, tais como: neurociência, neuropsicologia, neurolinguística e pedagogia para auxiliarem os profissionais da educação a informar os discentes quanto às funções cognitivas superiores: atenção, percepção, linguagem, memória e demais aplicabilidades no processo de ensino/aprendizagem. Em termos metodológicos, por meio de um mapa conceitual desenvolvido por uma estudante de dezessete anos, foi feita análise associativa, emocional e resposta da memória, como instrumento de estudo ao interpretar a validade do conhecimento adquirido. Levando-se em conta o que foi observado, a consolidação de informações é influenciada pela seleção prévia, estímulo, experiência sensorial, canal de aprendizagem, método comunicativo, além do processo solitário e ativo do recordar.


Palavras-chave


Funções executivas; Atividade cerebral; Ensino; Aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.851

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.