A MUSICALIDADE COMO INSTRUMENTO EDUCACIONAL: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO MÉDIO

Matheus Dall'Orto Tavares, Keminy Bautz, Erica Pereira, Elias Werner

Resumo


Com a precarização do ensino imposta ao país, principalmente no que concerne a financiamentos do mesmo, os docentes encontram-se em posições delicadas sendo-lhes impostas extensas jornadas de trabalho em diferentes instituições para a manutenção do estilo de vida desejado. Pelo fato da exaustividade da rotina docente, o tempo, tanto de planejamento quanto de ministração das aulas fica escasso devido ao conteúdo a ser aprendido ser muito vasto. Uma alternativa que pode diminuir o estresse do educador e chamar a atenção dos educandos, além de estimulá-los a aprender pode ser a utilização da musicalidade inerente ao indivíduo, por meio da confecção de paródias, viabilizando aproximar os educandos dos temas abordados e incentivar o uso da criatividade. Ao fim do trabalho foi possível observar que, ao estimular o raciocínio dos educandos e valorizar sua produção e reformulação dos conceitos compreendidos pelos mesmos, houve uma aprendizagem significativa.

Palavras-chave


Ensino, Lúdico, Paródia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1684

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.