ESTUDO DE ETNOECODESIGN DE IMAGENS SACRAS EM GESSO DANIFICADAS E DESCARTADAS PELO USUÁRIO. ESTUDO DE MODELO SUSTENTÁVEL DE NICHO DE DESCARTE.

Paulo Sergio de Sena, Matheus Henrique Silva Santos

Resumo


O Etnoecodesingn trata-se de um estudo interdisciplinar onde o dialogo envolve os critérios culturais, sociais e ambientais. Os componentes etnoecológicos do estudo das Imagens Sacras de Gesso se materializam no grupo de artesãos tradicionais locais (mais de 100 anos de exploração da técnica e recurso natural gesso). Na produção de imagens sacras, como souvenir, em Aparecida- SP, que agrega processos e materiais que contribuem significativamente para contaminação do ambiente, durante a pré-produção, produção, pós-produção e descarte, principalmente quando houve constatação, no projeto anterior, de matéria prima contaminada por metais pesados. Este trabalho trata dos possíveis impactos causados pelo descarte das imagens, uma vez danificadas, diretamente no ambiente por conta de uma prática cultural denominada de “Santa Cruz” e vem contribuir para o estudo comparado dos atuais modelos de nicho de descarte e a proposta de um modelo mais sustentável para a Santa Cruz.


Palavras-chave


Ecodesign, Etnoecologia; Etnoecodesing; Sustentabilidade; Santa Cruz

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1602

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.