A AÇÃO DE AGENTES SOCIAIS NO CAMPO DOS ALEMÃES EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SP: GRAFFITI E APROPRIAÇÃO DO ESPAÇO URBANO

Frederico Papali, Valéria Regina Zanetti, Paula Vilhena Carnevale Vianna

Resumo


Este trabalho busca levantar as impressões e repercussões causadas pelo Mutirão Graffiti, 3º Encontro Internacional de Graffiti ocorrido no bairro Campo dos Alemães, zona Sul da cidade de São José dos Campos em março de 2013. Entendido como um movimento social contemporâneo, pretende-se compreender como as pessoas que pertencem ao lugar o perceberam, enquanto significado e expressão social. O Mutirão reuniu quase três centenas de artistas do Brasil e do exterior e se deu em doze ruas do bairro, que serviram de pano de fundo das obras para a promoção da cultura Hip Hop, tendo o Rap, o graffiti e o break como principais manifestações. Esse estudo se baseou nas concepções teóricas de apropriação do espaço, território e lugar e na análise fotográfica do material produzido pelo mutirão, acessado pelo Google Street View e pelos muros do referido bairro, bem como se valeu de entrevista com um dos artistas que organizou e produziu o evento.

Palavras-chave


graffiti, movimentos sociais contemporâneos, apropriação do espaço, território, Planejamento Urbano

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.457

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

A Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Não há limite de autores. Em 2021 irá limitar a 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <http://www1.univap.br/revista/20200812_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

- Os autores deverão enviar uma Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.docx>

- Recomendamos que inclua um documento suplementar indicando três avaliadores com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 7 indexadores e 1 diretório:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.