HISTOLOGIA E HISTOQUÍMICA DO DESENVOLVIMENTO OVOCITÁRIO DE Callichirus major (CRUSTACEA: AXIIDEA)

Autores

  • Tugstênio Lima Souza Universidade Federal do Espírito Santo
  • Adriane Araujo Braga Universidade Federal do Espírito Santo
  • Erika Takagi Nunes Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.917

Palavras-chave:

histoquímica, corrupto, ovogênese, reprodução, decapoda

Resumo

Callichirus major, conhecido popularmente como “corrupto”, é uma espécie animal de grande importância na indústria da pesca, por ser utilizado como isca viva. O presente estudo visou caracterizar o desenvolvimento ovocitário desta espécie de crustáceo por meio de microscopia de luz. Os animais foram coletados ao longo da Praia do Corujão, em Piúma/ES e, em laboratório, suas gônadas femininas foram dissecadas e submetidas ao processamento histológico de rotina e a testes histoquímicos. Nos ovários são encontrados os componentes germinativos (oogônias e ovócitos I, II, III e IV). A histoquímica demonstrou que os ovócitos, quanto mais desenvolvidos, mais reativos são para proteínas e polissacarídeos. Alguns ovócitos tipo II apresentaram grânulos cromófobos em seu citoplasma, sugerindo o armazenamento precoce de conteúdo lipídico. Além disso, os ovócitos III apresentam a região citoplasmática periférica altamente reativa para os testes histoquímicos, havendo, nesta fase, o inicio do armazenamento de compostos de origem exógena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-01-24

Como Citar

Souza, T. L., Braga, A. A., & Nunes, E. T. (2017). HISTOLOGIA E HISTOQUÍMICA DO DESENVOLVIMENTO OVOCITÁRIO DE Callichirus major (CRUSTACEA: AXIIDEA). Revista Univap, 22(40), 397. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.917