SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS E CADASTRO DE ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS URBANOS DE UM PEQUENO MUNICÍPIO DO ESTUÁRIO DO RIO AMAZONAS

Pedro Henrique Issa, Viviana Mendes Lima, Jéssica Andretta Mendes, Sandra Maria Fonseca da Costa

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar a utilização de técnicas de geoprocessamento como ferramenta para mapear os pontos comerciais urbanos do pequeno município de Ponta de Pedras, localizado na Ilha do Marajó, Pará, como subsídio ao cadastro urbano. Sabe-se que o geoprocessamento é uma importante ferramenta para os tomadores de decisão, no sentido de compreenderem o espaço geográfico e a distribuição e crescimento de seus atributos, temporalmente. No caso apresentado neste artigo, foi possível localizar os estabelecimentos comerciais urbanos e suas características, em termos de atividade, do município de Ponta de Pedras, utilizando-se um GPS e elaborar um mapa com estas informações. Esse município tem baixa arrecadação de impostos e, basicamente, depende dos repasses da união, o que torna difícil o investimento municipal em mapeamentos que possam subsidiar as políticas públicas. É nesse sentido que este trabalho se estrutura, com a finalidade de auxiliar na produção de um cadastro comercial urbano inicial, possibilitando a criação de um banco de dados, utilizando o SIG (Sistema de Informações Geográficas) como ferramenta.

 


Palavras-chave


Cadastro Urbano, Geoprocessamento, Cadastro Comercial

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revunivap.v18i32.54

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.