AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE RESÍDUO DE ALUMINATO DE SÓDIO COMO COAGULANTE

Andrea Santos Liu, Gabrielle Napoleão Oliveira, Carolina Inácio Portela, Liu Yao Cho

Resumo


O crescimento populacional acompanhado de um processo de urbanização acelerado gera inúmeros impactos ambientais, ressaltando-se a crescente produção de resíduos sólidos. O reaproveitamento destes resíduos é fundamental, pois reduz a necessidade de extração de novos recursos naturais, aumenta a vida útil de aterros, minimiza impactos ambientais e traz ganhos econômicos, contribuindo para a sustentabilidade do setor industrial. Com objetivo de reduzir os impactos provenientes do descarte inadequado de resíduos industriais e avaliar o reaproveitamento dos mesmos, no presente trabalho foi realizado um estudo comparativo entre um coagulante convencional e um resíduo de aluminato de sódio, através de ensaios de Jar Test. Os resultados mostram que a adição de 50,0 ppm do resíduo de aluminato à água residuária promove a remoção de aproximadamente 92,0% das partículas em suspensão no efluente. Além disso, foi observado que o custo do resíduo de aluminato é muito inferior quando comparado com o cloreto férrico convencional. Desta forma, o presente estudo revelou a possibilidade de readmitir um resíduo, potencialmente perigoso, na cadeia produtiva, economizando matéria prima e também proporcionando uma melhor destinação final para este resíduo.


Palavras-chave


Sustentabilidade; reutilização; coagulante; aluminato de sódio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v23i42.373

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.