AS ADVERSIDADES DOS AUXILIARES E TÉCNICOS DE ENFERMAGEM NA INSERÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO

Ricardo Melquieses Campagnholi de Toledo, Kátia Aparecida dos Santos, Diego Alberto dos Santos Pinto, Alexsandro Aparecido Pérsio, Marcio Antonio de Assis

Resumo


Os profissionais de enfermagem buscam formação nas instituições de ensino que lhes proporcionam melhor preparo para atuar na assistência ao paciente. A inserção de novos profissionais em ambiente de trabalho gera desconforto tanto para os recém-contratados como para os funcionários mais antigos. A constante mudança nos diferentes contextos da atualidade, como a globalização e descentralização no ambiente hospitalar, podem gerar conflitos, se fazendo necessário que se criem estratégias para amenizar as dificuldades geradas nesse processo. Evidenciou–se falhas no processo de integração, o enfermeiro considera o acolhimento do auxiliar ou técnico de enfermagem como uma ferramenta necessária para a inserção de novos profissionais à equipe e nas rotinas institucionais. Diante das mais variadas situações, deve-se ter algum trabalho voltado a melhorar o planejamento institucional.

Palavras-chave


Inserção; experiência profissional; adversidades

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1647

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.