TESTE DE VIGOR NA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SEMENTES DE MILHO

PÂMELLA FIGUEIREDO ANDOLFI, Guilherme Luiz Pivatto, Gessane Abreu Olimpio

Resumo


Objetivou-se com esse trabalho avaliar a interferência do tempo de armazenamento no vigor de sementes de milho (Zea Mays L.). Para o estudo foram utilizadas sementes de milho da variedade BRAS 3010. Os tratamentos utilizados foram os seguintes: 3 amostras de milho da variedade BRAS 3010 compradas recentemente para o estudo; 3 amostras de milho da variedade BRAS 3010 com um ano de armazenamento sob refrigeração; e 3 amostras de milho da variedade BRAS 3010 com seis meses de armazenamento sob refrigeração. O teste foi realizado em rolo de papel umedecido em água destilada com 10 sementes. Após doze dias no germinador, as plântulas normais e anormais, foram contadas e medidas com auxílio de uma régua, com graduação em cm. Observou-se que o vigor das sementes armazenadas por um ano foi comprometido. Conclui-se que o vigor obtido foi reduzido, devido a deterioração natural que as sementes apresentam ao serem armazenadas.

Palavras-chave


Qualidade; Germinação; Armazenamento; Zea mays L.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1627

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.