ANALISE ESPACIAL DA CONCENTRAÇÃO DE CÁLCIO E MAGNÉSIO NO TECIDO FOLIAR DO CAFEEIRO CONILON

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1507

Palavras-chave:

Estado nutricional, geoestatística, variabilidade espacial, Coffea canephora

Resumo

A implantação da agricultura de precisão na cultura do café pode proporcionar inúmeros benefícios ao desenvolvimento desta cultura, tendo em vista que esta cultura é cultivada ao longo dos anos em uma mesma área. Objetivou-se, com a presente pesquisa, estudar a variabilidade das concentrações de Cálcio (Ca) e Magnésio (Mg) em uma área sob cultivo de café conilon e interpretar os mapas, gerados pela krigagem ordinária, utilizando a faixa de suficiência. Os teores de Ca e Mg apresentaram dependência espacial na área, sendo que a geoestatística permitiu mapear a variabilidade espacial identificando diferentes área para correção de Mg. A maior parte da área se encontra dentro da faixa adequada para Ca, não havendo necessidade da aplicação do mesmo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-04-10

Como Citar

Fonseca, A. S. da, Jesus, M. L. de, & Lima, J. S. de S. (2017). ANALISE ESPACIAL DA CONCENTRAÇÃO DE CÁLCIO E MAGNÉSIO NO TECIDO FOLIAR DO CAFEEIRO CONILON. Revista Univap, 22(40), 731. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1507