ANÁLISE DOS MÉTODOS TRADICIONAIS PARA ESCOLHA DA PERIODICIDADE NA CALIBRAÇÃO DE INSTRUMENTOS: ESTUDO DE CASO

Camila Santos, Camila Mayra Aparecida Santos, André Silva Chaves

Resumo


A calibração em instrumentos de medições deve ser uma atividade normal de produção tendo em vista que para assegurar uma boa qualidade no produto ela é indispensável. Cada organização define uma periodicidade para calibrar seu equipamento que melhor se enquadre nos termos financeiros e de qualidade. Os instrumentos podem ser submetidos a influências externas diferentes, tais como: temperatura, umidade, tempo de uso, maneira de como o instrumento é manuseado, fazendo necessária a utilização de um ou vários métodos de calibração dependendo das condições que se encontram. Sendo assim, muitas empresas submetem seus instrumentos à calibração periódica para manter a confiabilidade nas medições, segurança nos resultados e controle nos processos. Este artigo tem como objetivo através de um estudo de caso, apresentar cinco métodos de calibração para melhor definir a periodicidade nas calibrações dentro de empresas e descrever o processo utilizado por duas empresas de ramos diferentes.

Palavras-chave


Calibração; Periodicidade; Qualidade; Instrumentos de Medição.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1396

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.