A ASSOCIAÇÃO DE UM ATRAENTE SINTÉTICO AO PANO PRETO IMPREGNADO COM Metarhizium anisopliae AUMENTA TAXA DE INFECÇÃO DE Aedes aegypti

Adriano Rodrigues de Paula, Leila Eid Imad da Silva, Anderson Ribeiro, Richard Ian Samuels

Resumo


Neste estudo foi desenvolvido um novo método de controle do mosquito Aedes aegypti utilizando armadilha PET com pano preto impregnado com fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae associado a um atraente sintético. Os experimentos foram realizados em salas simulando cômodos residenciais de 6m2. As armadilhas PET foram colocadas embaixo de mesas e cadeiras dentro das salas. Cinqüenta fêmeas do mosquito foram liberadas nas salas e 5 dias depois, uma armadilha para captura de mosquitos vivos (BG-Sentinel) foi colocada nas salas. Os mosquitos expostos a uma armadilha PET com pano preto + M. anisopliae + atraente apresentaram menor taxa de sobrevivência (32,6%) comparada com a sobrevivência de insetos expostos a uma armadilha PET com: pano preto + M. anisopliae (48%), somente pano preto + atraente (80%) e somente pano preto + água estéril (82%). Esta armadilha apresenta vantagens por ser confeccionada de material reciclável, de fácil preparo e manipulação, se mostrando capaz de atrair e infectar mosquitos de A. aegypti.

Palavras-chave


Aedes aegypti, garrafa PET, fungo entomopatogênico, atraente sintético.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1230

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.