PERFIL CLÍNICO E SOCIODEMOGRÁFICO DOS PACIENTES HEMODIALÍTICOS DE UMA UNIDADE DE HEMODIÁLISE DE TAUBATÉ-SP

Fernanda Aparecida Silva, Sarah de Lima Resende, Samantha de Lima Resende, Daiane Cassandra de Oliveira, Jaqueline Magalhães Gonçalves, Poliana Turino da Silva Monteiro, Teresa Celia de Mattos Moraes dos Santos, Eliana Fatima de Almeida Nascimento, Ana Lucia de Faria

Resumo


A Insuficiência Renal Crônica é a perda progressiva e irreversível da função renal. Objetivo: Avaliar o perfil clínico e sociodemográfico dos pacientes hemodialíticos de uma Unidade de Hemodiálise de Taubaté-SP. Método: Pesquisa prospectiva, descritiva e quantitativa. Resultados: Prevaleceu o sexo feminino em 55,46%, a faixa etária entre 80 e 90 anos de idade em 21,85%, casados em 54,62%, etnia branca em 44,54%, ensino fundamental em 47,90%, católicos em 72,27%, aposentados em 42,86%, após a hemodiálise destacou a hipotensão em 56,81%, tempo de hemodiálise 1 a 2 anos em 40,34%, três sessões por semana em 100%. Conclusão: Conclui-se que o perfil dos pacientes hemodialíticos foi: sexo feminino, faixa idade entre 80 e 90 anos de idade, casadas, de etnia branca, ensino fundamental, católicos, aposentados, hipotensão após a hemodiálise, tempo de 1 a 2 anos de hemodiálise, três sessões de hemodiálise por semana.

Palavras-chave


Enfermagem,reabilitação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1063

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

 

 Universidade do Vale do Paraíba – UNIVAP

Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Profa. Dra. Sandra Maria Fonseca da Costa

Av. Shishima Hifumi, 2911 – Urbanova
12244-000 - São José dos Campos – SP

revista.univap.br-revista@univap.br
Telefone: (12) 3947-1237

 

Licença Creative Commons

Esse trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.